Bandeira clara

Arnaldo Antunes / Dadi

Declara o seu amor
Que está na cara
Descaramuja a flor
Bandeira clara

Não há porque ter que ser tão difícil
Não há porque ter tanta aflição
Se você não conseguir dizer
Cante na canção

Abraça o seu amor
Desbeiça o beijo
A beça e muito mais
Deixa o desejo

Porque não pede pra estarem a sós
Pra que molhar fronhas e lençóis
Que desperdício de lágrimas
E outras secreções

Que timidez
Que timidez
Que toda vez
repete só talvez
Que timidez
Que toda vez
Põe só talvez
No meio de vocês


© BMG / Gege Edi

BRMO0-05-00010, “Dadi”, Dadi, Pingpong/Trama, 2004
BR-EUD-08-00017, “Ao Vivo em Tóquio”, Dadi, SESC Rio Som
Bandeira clara